segunda-feira, 5 de maio de 2014


                                                            Águas

 
As águas correm rio abaixo suavemente

Levando uma linda canção

Com o cheiro agradável

Das ervas que margeiam seu leito

A brisa envolve toda a relva

E por entre as ramagens passa um fino raio de sol

Que num mergulho invasor

Penetra no oculto do seu fluir

Acordando as delicadas criaturas

E colorindo os pequenos seres viventes

Daquele lugar

O som do silêncio se confunde

Com a calmaria que envolve aquela terra.

Terra e água,

Que vida tem e que vida dá.

Sem a água não há vida

Não há terra;

E não haverá história pra contar.

 

  
                            Lili Ribeiro        

 

Um comentário:

Jakson Kelles disse...

necessito que vc me adicione no face, para conversarmos sobre artes .